MERGULHO NA LAJE DE SANTOS



A Laje de Santos é uma formação rochosa que fica no mar, a 40 km da costa de Santos, e tem o formato que lembra uma baleia. Essa maravilha, que é protegida de perto por órgãos estaduais, mede 550 metros de comprimento e 33 metros de altura e 185 metros de largura. É ponto de repouso e de reprodução de muitas espécies de aves marinhas e também é usada de abrigo, alimentação e reprodução de centenas de espécies marinhas.


O Parque Estadual Marinho da Laje de Santos, PELMS, é uma unidade de conservação aberta a visitação pública e um dos maiores “parques de diversões” de mergulhadores que buscam boas opções de mergulho em São Paulo. A saída é feita de São Vicente e o trajeto de lancha rápida dura em torno de 2 horas.


Com muitos e interessantes pontos de mergulho, é proibida a pesca e a caça, coletar ou mesmo tocar em qualquer animal, organismo ou objeto, bem como poluir ou degradar o ambiente de qualquer forma, assim como é proibido o desembarque na pedra.


A Laje de Santos é ponto de passagem de raias mantas, tubarão baleia e outros peixes grandes de passagem (principalmente nos meses do inverno brasileiro), e abriga uma quantidade de espécies de peixes e corais que até supera o arquipélago de Fernando de Noronha. Mergulhar na Laje de Santos significa que você terá encontro com tartarugas, meros, garoupas, frades gigantes e várias outras espécies de peixes que não é tão fácil de encontrar quando mergulhamos próximo da costa, pelo menos não naquele tamanho e quantidade!


Por estar localizada mar afora, as condições climáticas são essenciais para um mergulho seguro. A Marinha do Brasil emite comunicados constantes, com ventos e correntes marinhas fortes o mergulho na região fica proibido.

A Laje de Santos é um mergulho maravilhoso, mas a profundidade dos pontos de mergulho é um ponto de atenção para mergulhadores que ainda estão no nível básico. Apesar de ser possível ver muita vida marinha na Laje de Santos até mesmo fazendo snorkeling, os pontos lá têm mais que 20 metros de profundidade, então é preciso ficar atento para NUNCA DESCER MAIS DO QUE SUA CERTIFICAÇÃO PERMITE.


Quer fazer um curso de mergulho profundo para mergulhar mais tranquilo na Laje de Santos? Clique aqui agora para saber mais!


A temperatura da água gira em torno dos 22°C, mas as termoclinas são comuns em maiores profundidades e trazem águas de 18°C ou até menos em determinadas épocas do ano. No outono e inverno, quando chove menos, costumamos encontrar boa visibilidade da água, tornando o mergulho ainda mais incrível. Mas a Bora Mergulhar já foi no verão, as águas estavam a 24°C nos primeiros metros e a visibilidade era de apenas de 5 a 10 metros, mas o show de vida marinha emociona do mesmo jeito!


Continue lendo sobre mergulhar na Laje de Santos ou veja este vídeo documentário feito sobre o local, é de tirar o fôlego!


Vale muito a pena mergulhar na Laje de Santos em qualquer estação, basta estar com os equipamentos certos, a roupa de mergulho adequada ao seu perfil e curtir as maravilhas desse presente da natureza para os mergulhadores. Sempre bom levar uma lanterna subaquática, para o caso do naufrágio Moréia e os túneis de calhaus estarem acessíveis.


Conheças os principais pontos de mergulho da Laje de Santos:


Portinho

É o ponto de mergulho que oferece melhor abrigo de vento, ondas e correnteza e de fácil orientação.

O que avistamos por lá: moreias, cardumes de salemas, corcorocas, garoupas, cirurgiões, budiões, corais cérebro, corais baba-de-boi, inúmeros gobídeos, tartarugas verdes e de pente e muitas tocas com seus habitantes, marcam o local.

Profundidade máxima: 22 metros


Naufrágio Moréia

Foi o primeiro naufrágio artificial brasileiro fundeado em 1992, com a finalidade de se tornar atrativo para os mergulhos. Trata-se de uma traineira de ferro com 15 metros de comprimento. Atualmente sua estrutura encontra-se em processo de desmantelamento, desaconselhando penetração.


O que avistamos por lá: serranídeos como garoupas e meros, sendo que ao seu redor transitam cardumes densos de salemas, corcorocas e budiões, além de sua superfície ser densamente povoada por invertebrados incrustantes e fauna acompanhante.

Profundidade máxima: 22 metros


Piscinas

Situada na ponta oeste/sudoeste. Para mergulhar neste ponto é importante ter boa noção de orientação subaquática. Assemelha-se a um “cânion” na parte mais rasa.


O que avistamos por lá: cardumes variados, tocas e passagens bem interessantes. É a região com maior incidência de tartarugas verdes e tartarugas de pente. Na porção mais funda, grandes blocos rochosos com corredores que podem ser percorridos pelos mergulhadores e onde são observadas grandes garoupas e caranhas, além de vários cardumes de pelágicos como xaréus, enxadas, bicudas, olhetes e bonitos. Raias chita e, eventualmente as mantas, também costumam frequentar esta área.

Profundidade máxima: 35 metros


Parcel das Âncoras

Fundo rochoso, sujeito a correntes, é preciso boa noção de navegação subaquática. Destaca-se pela presença de muitas âncoras de pesqueiros que ficaram entocadas no fundo rochoso, pois ao lançar as âncoras para descansar entre uma pesca e outra, e por acharem que o fundo fosse arenoso, em função de sua localização mais afastada da parte emersa da laje, acabavam perdendo esses equipamentos.


O que avistamos por lá: é a região onde se encontram as maiores garoupas nas áreas mais fundas e ictiofauna extremamente variada na parte mais rasa. Cardumes de pelágicos, tartarugas e raias também são frequentes

Profundidade máxima: 40 metros.


Formação dos Calhaus

Ainda na área do parque a menos de 1 quilômetro de distância temos uma outra formação rochosa chamada de calhaus, é um mergulho fantástico que passa por um túnel que corta a rocha de um lado ao outro, com diversas passagens e formações, por onde passam as luzes do sol, tornando esse um mergulho único e singular, ao fim da passagem saímos em uma parede do outro lado da formação onde cardumes de peixes de passagem são facilmente avistados, é um mergulho que só pode ser realizado em dias de mar muito calmo, pois é a parte mais voltada para o mar aberto.

Profundidade máxima: 42 metros.


A Bora Mergulhar tem saídas marcadas em grupo para a Laje de Santos, mas também tem opções flexíveis de acordo com sua agenda! Entre em contato e prepare-se para seu mergulho incrível na Laje dos sonhos!

296 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo